Campanha de vacina contra gripe é prorrogada; veja quem deve tomar

A campanha nacional de vacina contra a gripe teve seu prazo ampliado e agora vai até o dia 30 de junho para integrantes dos grupos de risco, maiores de 60 anos, professores e profissionais das forças de segurança e de salvamento.

A vacina não protege contra o novo coronavírus. Ela evita a contaminação por outros tipos de vírus que causam gripe que circulam no Brasil nesta época. Desta forma, é mais fácil saber se a pessoa tem a Covid-19, já que ela foi imunizada para outros tipos de vírus da gripe, que costumam apresentar sintomas semelhantes aos do coronavírus. Clique para saber a diferença entre uma gripe comum e a Covid-19.

Apesar do isolamento social, é importante que estes grupos tomem a vacina contra a gripe que está sendo distribuída em postos de saúde, em algumas das farmácias das redes Drogasil e Droga Raia gratuitamente, e em clínicas privadas. Veja a lista de lojas da Drogasil e da Droga Raia em que a vacina contra a gripe está sendo aplicada de forma gratuita. Entre em contato com a loja mais próxima para verificar o horário de vacinação.

Quem deve ser vacinado?

Devem procurar os postos de saúde os idosos, pessoas com mais de 55 anos de idade, pessoas com deficiência, com doenças crônicas ou condições clínicas especiais, crianças com idade entre 6 meses e menores de 6 anos, mães até 45 dias após o parto, gestante e indígenas.

Fazem parte do público alvo da vacinação ainda profissionais de saúde, integrantes das forças de segurança e de salvamento, profissionais que trabalham com transporte coletivo (motoristas e cobradores de ônibus, por exemplo), trabalhadores portuários, funcionários do sistema prisional, a população privada de liberdade dentro do sistema prisional.

Veja também: 

Muitas Unidades Básicas de Saúde (UBS) têm aplicado a vacina contra a gripe em áreas abertas e arejadas, justamente para evitar o risco de contaminação pela Covid-19. Para quem busca o serviço em clínicas privadas, vale consultar a possibilidade de tomar a vacina em casa.

Seja na rede pública ou na privada, tome alguns cuidados básicos: lembre-se de tomar todas as medidas de higienização e de manter o distanciamento de cerca de 2 metros em caso de fila. Evite conversar com as pessoas e vá de máscara caseira. Não cumprimente conhecidos ou os profissionais de saúde com o toque. Se possível, procure tomar a vacina em horário de menor movimento.

Lembre-se de que este calendário vale para a rede pública de saúde e as farmácias em que a vacina está sendo aplicada pelo SUS. Na rede privada, pessoas de todas as faixas etárias podem tomar a vacina contra a gripe. A rede pública oferece a vacina trivalente (contra três grupos ou cepas de vírus) e, a privada, em sua maioria, a tetravalente (contra quatro cepas).

Só é possível confirmar a diferença entre as gripes causadas pelo vírus Influenza e a Covid-19 através de exames de diagnóstico por meio das secreções ou do sangue.

Veja também: