Consumo de fibras pode reduzir inflamações por Covid-19

O consumo de fibras pode diminuir o impacto da covid-19 no organismo. É o que afirma um estudo realizado pela Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) e publicado na revista científica Gut Microbes.

Na análise, os pesquisadores colheram amostras de tecido do cólon de 11 pacientes saudáveis. Ou seja, nenhum deles havia contraído a covid-19 nem possuía alterações no intestino. Além disso, coletaram células epiteliais, que revestem internamente o órgão.

Em seguida, as amostras foram infectadas com o vírus SARS-CoV-2 e divididas em dois grandes grupos: um de controle e outro que foi tratado com uma mistura de ácidos graxos de cadeia curta (AGCC).

Os AGCC são moléculas que regulam as células intestinais e de defesa do organismo. Assim, essas substâncias são produzidas a partir da ação de bactérias presentes na flora intestinal. Que realizam a fermentação das fibras encontradas em alimentos como frutas, vegetais, leguminosas e grãos integrais.

Consumo de fibras x COVID-19

De maneira resumida, o estudo constatou que compostos produzidos no intestino a partir da fermentação de fibras alimentares ajudaram a reduzir inflamações em pacientes com a doença.

Dessa maneira, não houve diminuição na quantidade de vírus, que foi a mesma tanto nas células e tecidos tratados com os ácidos graxos de cadeia curta quanto nas amostras que não receberam o tratamento. No entanto, os efeitos da resposta ao vírus pela flora intestinal podem depender das interações com outros tipos de células, o que requer novos estudos para compreender os mecanismos por trás da infecção.

Sintomas como diarreia, vômito e dor abdominal podem acometer até 50% dos pacientes de COVID-19 e 17,6% dos casos graves. Pois, essas alterações estão em parte associadas à entrada do vírus nas células intestinais e a alterações de suas funções normais.

Além disso, estudos recentes indicam que pessoas com coronavírus apresentam modificações importantes da microbiota intestinal, incluindo diminuição de bactérias que produzem ácidos graxos de cadeia curta.

Leia também: Quem já teve coronavírus deve se vacinar?

O poder das fibras

As fibras, ingredientes naturais de frutas, hortaliças e cereais, melhoram a saúde e combatem doenças. Ela ajuda a reduzir o colesterol LDL e, sim, faz com que você se sinta mais satisfeito por mais tempo. Além disso, dietas ricas em fibras também têm sido associadas a taxas mais baixas de câncer de cólon.

Mas, se você não sabe por onde começar a ingerir mais fibras, aqui estão 10 alimentos ricos nessa maravilha:

  • Alcachofra
  • Lentilha
  • Feijão preto
  • Massa integral
  • Framboesa
  • Grão-de-bico
  • Pera
  • Abacate
  • Amora
  • Amendoim

Publicado originalmente em Cuidaí

%d bloggers like this: