Coronavírus: as “viagens virtuais” que podemos fazer durante o isolamento

Com a pandemia provocada pelo novo coronavírus, todo mundo viu os planos para viagens de fim de semana, feriados e férias sendo frustrados. Os momentos de lazer agora acontecem na rotina do isolamento social, dentro de casa, no mesmo espaço em que as pessoas estudam e trabalham normalmente.

Para te ajudar a burlar a rotina nestes dias de descanso sem romper a quarentena, preparamos sugestões para que você faça as suas “viagens virtuais” em casa. Tem programas para a família inteira se divertir e conhecer, mesmo que à distância, lugares, culturas e até mesmo sabores do mundo todo. Quem sabe até começar a sonhar e planejar uma viagem ou passeio no fim da pandemia?

Tours por cidades, castelos e até na Capela Sistina

O Palácio de Buckingham, em Londres, no Reino Unido, onde vive a rainha Elizabeth 2ª, tem visitas virtuais pela sala do trono, pelas grandes escadarias e alguns salões da residência da monarca. Em outras propriedades reais britânicas, como o Castelo de Windsor, há espaços que você pode conhecer virtualmente, como o salão de banquetes. Tem até o passeio pela residência oficial da rainha na Escócia (mais modesta se compararmos com Buckingham ou Windsor). Outras opções de roteiros britânicos estão disponíveis no site de turismo oficial do país.

Veja também:

O Palácio de Versalhes, nos arredores de Paris, na França, impressiona não só ao vivo, mas também no tour virtual. Com as explicações, vídeos e navegação em 3D pelo Google, é possível visitar as salas, incluindo o quarto do rei, da rainha e a famosa Galeria dos Espelhos. Você pode até caminhar virtualmente pelos jardins de Versalhes.

Ainda em Paris, o Google permite conhecer (ainda que virtualmente) a vista da capital francesa do alto a partir de cinco mirantes, incluindo a famosa Torre Eiffel.

Para quem quer explorar, ainda que sentado no sofá, a Itália, é possível ter um gostinho de Roma e Veneza por meio do tour virtual. Tem até visita ao Coliseu. O Vaticano também oferece a visita virtual pela Capela Sistina — assim, é possível se encantar com cada detalhe da pintura feita por Michelangelo no século 16. Vale também um passeio virtual pelas obras do arquiteto Antoni Gaudí em Barcelona (Espanha), como a Casa Batlló, La Pedrera e a imponente (e ainda em construção) Sagrada Família.

O Google tem disponível a visita virtual a muitas cidades do mundo. O site You Visit também é uma boa opção, com imagens de Machu Picchu, no Peru, e da Cidade Proibida, na China. É só escolher o roteiro e navegar.

Museus brasileiros (e pelo mundo)

Sabe aquele museu que você sempre teve vontade de visitar? Dá para tentar matar um pouco da vontade pela internet. É possível fazer um tour virtual pelas salas de artes e esculturas egipcias do British Museum, no Reino Unido, e até mesmo ver alguns dos sarcófagos e múmias que estão expostos no local, como a famosa Cleópatra. Aliás, é possível visitar mais de 60 galerias do museu. Comece a visita por pela porta de entrada e perca-se pelas salas do museu britânico.

Entre os museus do exterior, é possível ainda conhecer virtualmente o Museu de História Natural dos EUA e o famoso Louvre com a Monalisa, na França. Até o Hermitage, na Rússia, um dos maiores museus do mundo, tem um tour virtual.

Aqui no Brasil, você pode circular virtualmente entre os cavaletes de vidro projetados por Lina Bo Bardi para os quadros expostos no Masp, o Museu de Artes de São Paulo. É possível até visitar o Museu Nacional, que foi destruído em um incêndio no Rio de Janeiro. Com a visita virtual, você pode ver as obras que estavam ali antes do acidente.

Viajando pelo mundo pela cozinha

Que tal saborear o mundo dentro da cozinha da sua casa? E não estamos falando só de pedir entrega em restaurantes de comida japonesa, chinesa, tailandesa, mexicana ou italiana. Aproveite para envolver a família toda e preparar refeições temáticas, não só no almoço e no jantar, mas também para o lanche da tarde ou o café da manhã.

É possível adaptar o preparo dos alimentos para agradar a todos. Tudo bem se você não colocar pimenta no prato mexicano ou preparar o molho do macarrão de um jeito diferente! O importante é tornar os momentos de lazer mais leves durante a quarentena.

Veja também: