Do banho de mar ao bar: onde o risco da Covid-19 é maior?

Um grupo de especialistas da Associação Médica do Texas, nos EUA, criou um gráfico que pode ajudar você a avaliar os locais e atividades de maior e menor risco de infecção pela Covid-19.

Foi estabelecido um ranking com notas, de 1 (para atividades menos arriscadas) a 10 (mais arriscadas). Entre os critérios estão a circulação de ar do ambiente (se as ações são feitas em lugares abertos ou fechados); a distância entre as pessoas durante a prática da atividade; o tempo de exposição ao vírus; o uso de máscaras e de outros métodos de prevenção associados, como a higienização das mãos, e o próprio risco pessoal (a infecção durante a prática da atividade em si).

Veja também como criar uma “bolha social” de convivência e evitar a Covid-19 entre parentes e amigos.

Com base neste gráfico de risco da Covid-19, é possível traçar comparações e aprender a adaptar a rotina ao “novo normal”. Na praia, por exemplo, o problema não é o banho de mar, e sim o acúmulo de pessoas na areia, que podem disseminar o coronavírus.

Em entrevista para a BBC, um dos especialistas do grupo que participou da avaliação da Associação Médica do Texas, John Carlo, especialista em saúde pública, lembra que é preciso levar em consideração a realidade de cada local em que cada atividade é realizada.

Por exemplo, um shopping vazio, espaçoso e bem ventilado pode representar um risco menor do que uma praia lotada, apesar de se tratar de um local aberto e amplo. Outro exemplo mais seguro é um salão de beleza em que só profissional e cliente estão dividindo o mesmo ambiente com o uso de máscaras. O risco é muito maior em um ambiente em que vários profissionais e clientes dividem o mesmo espaço.

Na avaliação, receber comida por meio do delivery, ir ao supermercado e andar de bicicleta estão entre algumas atividades de menor risco. Entre as atividades de maior risco estão frequentar bares, cultos com mais de 20% da capacidade do local, academias e restaurantes com o sistema de self-service.

Veja a lista completa no gráfico de risco da Covid-19: