Por que o face shield não é opção segura sem a máscara?

Muitas pessoas recorrem ao face shield, o protetor de plástico ou de acrílico, sem o uso das máscaras de pano como uma forma de evitar o contágio da Covid-19. Entretanto, especialistas explicam que o face shield não oferece proteção contra o coronavírus quando usado sozinho.

O uso do protetor facial é comum especialmente entre as pessoas que se incomodam com as máscaras de pano no rosto. Entretanto, embora a viseira forneça uma barreira de proteção, as gotículas no ambiente ainda podem ser inaladas pelas áreas abertas ao redor da viseira, especialmente boca e nariz, onde o coronavírus entra para estabelecer a infecção.

Um estudo publicado na revista Physics of Fluids, do Instituto Americano de Física ilustra bem como o protetor facial sem o uso da máscara de proteção pode ser ineficaz. Os cientistas responsáveis pela pesquisa comprovaram que, ainda que o face shield  bloqueie o fluxo inicial de gotículas de uma tosse ou espirro simulado, elas ainda podem se mover ao redor da viseira e se espalhar por uma grande área em um ambiente (1 metro de distância em 10 segundos).

É por isso que os protetores faciais são um bom complemento para o uso da máscara, mas não devem ser usados como uma forma de substituí-la. Entenda também como o uso da máscara reduz a carga viral da Covid-19 e veja o nosso guia para a retomada segura de exercícios ao ar livre com máscaras.

Além do uso com uma máscara (incluindo a caseira, desde que tenha duas camadas de tecido), é preciso seguir algumas medidas para o uso correto do protetor de plástico. O ideal é que ele alcance pelo menos a altura do queixo, protegendo-o. Nas laterais, a viseira também deve chegar perto das orelhas. Também não deve existir nenhum espaço entre a testa e a frente do face shield.

A higienização também é muito importante e deve ser feita seguindo as instruções do fabricante. De forma geral, deve-se limpar com sabão neutro e água morna, removendo qualquer sujeira visível. Recomenda-se também a higienização com uma solução diluída de água sanitária, já que o álcool pode danificar o protetor com o passar do tempo.